agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-cna-senar-agronegocio-agrotech-startse-sp-2
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-feira-tributacao-2
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-fenasoja-santa-rosa-9
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-agrobrasilia-inova-feira-5
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon

Touro Angus avaliado em R$ 1 milhão estará na Expointer 2023

Touro Angus avaliado em R$ 1 milhão estará na Expointer 2023

O touro Don Germano consagrou-se como um dos reprodutores mais bem comercializados da temporada de leilões da raça Angus este ano até o momento. Animal de cabanha de Urubici (SC) já tem 16 mil doses de sêmen pré-contratadas.

Os visitantes da 46ª Expointer, considerada a maior feira agropecuária do Rio Grande do Sul, poderão ver um touro da raça Angus avaliado em R$ 1 milhão. O touro Don Germano consagrou-se como um dos reprodutores mais bem comercializados da temporada de leilões da raça Angus este ano até o momento. Animal de cabanha de Urubici (SC) já tem 16 mil doses de sêmen pré-contratadas. Confira outras atrações da feira.

O animal, touro Don Germano, que carrega o sangue de campeão por natureza, é filho de pai e mãe campeões pela Cabanha Floripana – que realizou oferta de 50% do animal -, de Urubici (SC), em parceria com a Cabanha 3 Marias, da Argentina, é uma das maiores atrações da Expointer, como um dos reprodutores mais bem comercializados da temporada de leilões da raça Angus este ano até o momento.

Venda do Touro Angus avaliado em R$ 1 milhão

A Cabanha Floripana (Urubici, SC) e a São Sebastião Agronegócios (Lages, SC) promoveram nos dias 31 de julho e 1 de agosto a primeira edição do “Leilão Excelência Catarinense”. A inédita rodada dupla virtual ofertou embriões, matrizes e reprodutores de alto padrão genético das raças Braford e Angus.

O touro de central Floripana Germano TE1514 Don Emílio TE (Dom Emílio x TM A040) – irmão de Floripana Georgia – foi o grande destaque do pregão. O criador Rodrigo Guimarães (Ponte Serrada, SC) se tornou sócio da premiada cabanha ao adquirir metade do animal por R$ 500.000, valorizando o lote de 1.085 kg e CE 41 em R$ 1 milhão.

Don Germano virou touro de Central

Com grande destaque, não apenas no preço valorizado, sua genética o levou a ser contratado pela Renascer Biotecnologia, o touro chamou a atenção da central por ser filho de Don Emílio, que ganhou destaque na Expo Rural de Palermo, em Buenos Aires, na Argentina, como grande campeão da raça Angus.

A Renascer Biotecnologia é uma empresa 100% brasileira, idealizada pela família Pavin, que transformou um projeto em realidade: construir uma central de congelamento e processamento de sêmen bovino na região da fronteira oeste do Rio Grande do Sul.

Segundo o proprietário da Cabanha Floripana, e dono de Don Germano, Orestes Melo Júnior, o animal já chega a Central de sêmen, com 16 mil doses já pré-contratadas. Pecuarista informa ainda que, este ano ele, vai para a Expointer, carregando uma bagagem de de ser filho de um pai bicampeão e neto do touro Federal bi-grande-campeão de Palermo.

Bovinos, zebuínos e bubalinos em destaque na Expointer

Dos 3.480 animais de argola de 89 raças diferentes inscritos na Expointer 2023, os bovinos, zebuínos e bubalinos estão com boa representação na feira.

Os bubalinos chamam a atenção pelo aumento expressivo na participação, passando de 16 animais inscritos em 2022, das raças Mediterrâneo e Murrah, para 60 neste ano. Um aumento de 275%. No caso do Murrah, o aumento chegou a 616%, com 43 animais inscritos. A médica veterinária e criadora de Murrah em Itapuã, Desireé Möller, presidente da Associação Sulina de Criadores de Búfalos (Ascribu), atribui este número ao trabalho que a Associação vem fazendo, de valorização dos produtos, tanto da carne quanto do queijo, e também como uma forma de mostrar para o produtor rural que o búfalo é uma boa alternativa de produção.

Segundo ela, o búfalo é um animal doméstico, de fácil manejo e com bom ganho de peso. Entre as vantagens da produção leiteira, estão a menor quantidade de leite para um quilo de queijo, sendo necessários 5 litros de leite/kg, além de um mercado com alta demanda e bom preço, chegando a R$300/kg em alguns mercados. “Além do leite, a carne de búfalo tem 55% menos calorias, 40% menos colesterol e é mais magra que a carne de frango”, afirma. Neste ano, vai ser inaugurado o primeiro restaurante de búfala do Parque.

A Associação, que completa 45 anos em 2023, está com programação extensa. Na quarta-feira (30), à tarde, ocorre o julgamento na pista central. No mesmo dia à noite, será a festa de comemoração de aniversário da Ascribu, quando será assada uma carcaça inteira de búfalo. Na quinta-feira (31) pela manhã terá o “Búfalo em Debate”, na Federacite, e ao meio-dia ocorrerá a 3ª Mostra Brasileira de Queijos de Búfalas no pavilhão dos búfalos.

Zebuínos

Os zebuínos têm 106 animais inscritos neste ano de seis raças distintas. A Nelore é a que está em maior número, com 29 animais, um aumento de 7,41% em relação a 2022, quando foram registrados 27 animais.

O criador Alencar Scarpari Pereira, da Fazenda Scarpari, de Morrinhos do Sul, cria o gado nelore desde 2019. Ele participou pela primeira vez da Expointer em 2022 e já teve várias conquistas: a grande campeã da raça nelore, a reserva grande campeã fêmea e o reservado grande campeão macho nelore. Além disso, a cabanha também ganhou o Troféu Farsul Banrisul Expointer 2022 na categoria Zebuinos. “Este é um momento de muita alegria para nós, pelo reconhecimento de um trabalho que está começando e estamos entusiasmados e ansiosos para a Expointer deste ano”, afirma Alencar Scarpari Pereira. Neste ano, vão ser 10 exemplares da raça nelore na feira.

Bovinos de Leite

Os bovinos de leite participam da Expointer com 317 animais das raças Holandesa, Jersey, Gir Leiteiro e Girolando. A raça holandesa é a que está em maior número, com 162 animais inscritos. O número é comemorado pela Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando).

O presidente da entidade, Marcos Tang, afirma que essa participação representa muito para qualquer feira ao redor do mundo. “Sabemos que o criador e o expositor têm muito para mostrar do seu trabalho e da genética dos seus animais”, afirma. Mesmo com as dificuldades com a estiagem, o ciclone e as importações de leite, o produtor estará presente porque a Expointer é muito importante, um grande evento, é uma vitrine, diz Tang, que também é criador e vai trazer 14 animais para a feira.

O tradicional banho de leite, recebido pelos produtores que ganharam o Concurso Leiteiro, é um dos grandes momentos da raça leiteira e será no dia 29 de agosto, à tarde. Entre os dias 30 e 31 ocorrem os julgamentos da raça.

Bovinos mistos

Entre os bovinos mistos, são 154 animais inscritos das raças Normanda, Pardo Suíço Corte, Red Poll e Simental-Fleckvieh. A que está em maior número é a Simental-Fleckvieh, com 133 animais inscritos, tanto do Rio Grande do Sul quanto de Santa Catarina.

De acordo com o presidente Eduardo Borges de Assis, presidente da Associação de Criadores da Raça Simental-Fleckvieh, “a vitrine da Expointer, sem dúvida, é importante, apesar da desaceleração registrada na economia. Um esforço a mais para estar na maior exposição da América Latina, pode significar novos mercados, agregar valor à produção, porque, a qualidade dos produtos expostos no parque de Esteio é excepcional”.

Assis ressalta que a raça Simental-Fleckvieh é a segunda raça mais criada no mundo. É reconhecida pelos benefícios para a qualidade de carne e ganho de carcaça nos cruzamentos industriais, porém, cresce também, cada vez mais, o interesse por animais leiteiros.

Bovinos de corte

Os bovinos de corte têm 617 animais inscritos de 15 raças, sendo o Braford o de maior destaque, com 94 animais, um a mais do que no ano passado. “É uma verdadeira invasão cara branca na Expointer 2023. O Braford é a raça de maior número de bovinos dentro do galpão e a Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) é a associação com maior número de bovinos na feira”, destaca o presidente da ABHB, Eduardo Soares.

Para Soares, “isso nada mais é do que a credibilidade que a ABHB tem junto aos seus associados e criadores e ao trabalho árduo dos mesmos em produzir nas propriedades, investir e ter este retorno de seus investimentos através de ótimos negócios”. No Parque, estão previstos o julgamento de classificação das fêmeas da raça Braford na terça-feira, 29 de agosto, a partir das 8h30min, e a partir das 13h30min, está previsto o julgamento de classificação dos machos Braford argola.


https://www.comprerural.com