agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-cna-senar-agronegocio-agrotech-startse-sp-2
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-feira-tributacao-2
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-fenasoja-santa-rosa-9
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-agrobrasilia-inova-feira-5
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon

Starlink será oferecida no Brasil pela Telefónica, dona da Vivo

Starlink será oferecida no Brasil pela Telefónica, dona da Vivo

A espanhola Telefónica — controladora da operadora Vivo no Brasil — firmou contrato nesta quinta-feira (10) com a Starlink, operadora de satélites da SpaceX, de Elon Musk, para fornecer conexão à internet para clientes em áreas rurais e remotas.

O negócio foi fechado através do braço TGS (Telefónica Global Solutions). O acordo com a Starlink permite à operadora oferecer serviços de conexão fixos e móveis em áreas descobertas por outros meios, inclusive em veículos em movimento, em vários países da América Latina.

A operação da Starlink pela Telefónica já está funcionando no México. Posteriormente, ela expandirá de forma gradual para o Brasil, Peru, Colômbia, Chile e Espanha. Júlio Beamonte, CEO da TGS, afirmou que a indústria de satélites está passando por uma revolução sem precedentes.

“O satélite permite que projetos de conectividade sejam executados com muita rapidez e eficiência. Na Telefónica Global Solutions, oferecemos soluções via satélite de valor agregado há muitos anos e, com esta parceria, começamos a trabalhar lado a lado com a Starlink Enterprise para oferecer soluções de nova geração aos nossos clientes”, disse o executivo.

Starlink amplia operação com parcerias

De acordo com o Teletime, Elon Musk lançou o novo tipo de operação da Starlink no início de 2023. Ela busca firmar acordos com distribuidores autorizados, como é o caso agora com a Telefónica. Um dos principais objetivos é atrair, por exemplo, clientes empresariais, com diferenciais como serviços corporativos aprimorados e disponibilização de um terminal projetado para atender a demanda de conexão em veículos.

Na prática, o terminal dedicado permitiria maior alcance e desempenho. Com isso, os clientes contam com maior disponibilidade de banda larga, mesmo em condições climáticas desfavoráveis. A promessa é de velocidades que beiram os 350 Mbps.

Fundada em 2019, a Starlink busca levar internet de alta velocidade e baixa latência para lugares remotos. Isso é possível através de uma grande constelação mundial de satélites, que operam em uma órbita baixa ao redor da Terra.

O serviço de internet por satélite da SpaceX está disponível no Brasil desde o ano passado. Inicialmente, começou a operar nas regiões Sul e Sudeste. Agora, a companhia de Musk tem ampliado sua atuação, oferecendo descontos. Com a parceria com a Vivo, haverá uma maior oferta.


https://gizmodo.uol.com.br