AGRISHOW
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-esg-ia-innovation-trends-brazil-cni-cna-cnc-hub-startups-web-summit-rio-janeiro-rj-melanie-nakagawa-microsoft-itau-aldo-rosa-1
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-cna-senar-agronegocio-agrotech-startse-sp-2

Presidente da CNA recebe embaixadora da União Europeia

Presidente da CNA recebe embaixadora da União Europeia

Presidente da CNA recebe embaixadora da União Europeia

Encontro aconteceu na quinta (21), em Brasília

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, João Martins, recebeu, na quinta (21), a embaixadora da União Europeia (UE) no Brasil, Marian Scheugraf, para discutir temas da agenda bilateral do bloco europeu com o Brasil.

No encontro, ambos defenderam a necessidade de mais diálogo para avançar nas negociações do Acordo de Livre Comércio entre a União Europeia e o Mercosul.

A CNA mostrou preocupação com legislações ambientais europeias que possam impactar o acesso de produtos agropecuários brasileiros na UE e prejudicar, principalmente, pequenos e médios produtores e cooperativas.

Segundo a embaixadora, há possibilidade de evolução nas conversas. A União Europeia é o segundo principal destino dos produtos agropecuários brasileiros, respondendo por 13% do total das exportações do setor em 2023.

Martins disse que a CNA é a favor do livre comércio, mas ressaltou que o acordo deve beneficiar os dois lados, para que o agro brasileiro possa ter livre acesso ao mercado europeu com produtos de qualidade.

O presidente da CNA também reiterou o compromisso do agricultura e pecuária brasileiras com a sustentabilidade e a preservação ambiental, e falou de iniciativas como o Programa de Intercâmbio AgroBrazil, que leva representantes de embaixadas para conhecer a produção sustentável nas cinco regiões do país.

Por sua vez, a embaixadora reconheceu o potencial verde e sustentável do agro no Brasil e o papel protagonista do país em ações para mitigar e combater os efeitos negativos das mudanças climáticas. Propôs, ainda, que o país trabalhe cada vez mais na promoção de boas práticas para mostrar no exterior seus bons exemplos de conciliação entre produção e preservação ambiental.

Martins e a embaixadora também debateram a possibilidade de realização de um fórum de investimentos, que abordaria potenciais oportunidades em áreas como infraestrutura, fontes renováveis de energia e biocombustíveis, inteligência artificial e digitalização no agro.

Participaram do encontro o vice-presidente da CNA, José Mário Schreiner, o diretor-geral do Senar, Daniel Carrara, a diretora de Relações Internacionais, Sueme Mori, o diretor técnico, Bruno Lucchi, os consultores Mário Vilalva e Marcos Troyjo, e o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes de Freitas.