Inovação é fundamental para competitividade do país, diz presidente da ABDI

Inovação é fundamental para competitividade do país, diz presidente da ABDI

A inovação é um instrumento básico na agricultura e vai além do desenvolvimento de sementes mais resistentes às pragas, passando pelo aumento da produtividade até a criação de metodologias para melhorar o uso da água e do solo.

Buscando de tornar o agronegócio mais digital e sustentável, há três anos, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) desenvolveu uma iniciativa para ajudar a estimular o desenvolvimento tecnológico no campo por meio do edital Agro 4.0, voltado para premiar iniciativas inovadores na área agrícola e, em 2023, acaba de lançar o terceiro edital, que é o principal tema do debate do seminário CB Fórum: Agro 4.0, organizado pelo Correio Braziliense, em parceria com a ABDI e o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa).

“E nós temos uma convicção, como agência brasileira, de que o aumento da produtividade, o aumento da competitividade, o aumento da sustentabilidade das nossas empresas, sejam elas do agronegócio, dos serviços ou da indústria, depende, em grande medida, do uso de tecnologias”, afirmou Igor Calvet, presidente da ABDI, na abertura do CB Fórum, realizado nesta quinta-feira (31/8), na sede do Correio, em Brasília. Ele destacou que nos dois painéis do evento serão debatidos cases de sucesso do uso da tecnologia 4.0 e outro tema que ainda não era contemplado pela ABID, que são os pequenos produtores.

“A agricultura familiar, que tem um potencial gigantesco no Brasil em termos de produção de alimentos, não poderia estar apartada desse processo de transformação também digital e tecnológico. Desde de 2020, quando fizemos o primeiro edital, 100 projetos foram submetidos, apenas 14%, ou seja, 14 e foram contemplados com o montante de recursos, algo em torno de R$ 8 milhões”, afirmou o presidente da ABDI, em referência aos valores dos três editais.

Pouco antes de Calvet, Carolina Saraiva, coordenadora de Iniciativas para a Inovação (Coin) do Mapa, elogiou a iniciativa do edital Agro 4.0, da ABDI, e destacou que os processos produtivos no país estão aumentando a produtividade, a receita e agregando valor aos produtos. E, nesse sentido, o ministério deverá destinar R$ 1,2 bilhão do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust), para melhorar a conectividade no campo. “Esse terceiro edital vem com o objetivo de gerar conhecimento para enfrentar os desafios e sanar as dificuldades dos agricultores familiares”, frisou.


https://www.correiobraziliense.com.br