RS Innovation Agro: Fomento a startups é tema de painel

RS Innovation Agro: Fomento a startups é tema de painel

A programação do RS Innovation Agro Stage na manhã desta segunda-feira (28) foi encerrada com o painel “Venture Capital no Agronegócio”, conduzido pelo Founding partner da SP Ventures, Francisco Jardim. O momento foi seguido de uma roda de conversa sobre o tópico com perguntas do público e participação da secretária de Inovação, Ciência e Tecnologia do RS, Simone Stülp, e da vice-presidente da Rede Gaúcha de Ambiente de Inovação (Reginp), Daniela Ecker.

Em sua apresentação, Jardim contou a história da SP Ventures, que é um fundo de venture capital focado especificamente no setor do agro. “Ajudamos as startups a captarem dinheiro, acessarem o mercado e tomarem decisões estratégicas”, contou. O painelista explicou que o foco do empreendimento é, além de auxiliar financeiramente, oferecer conhecimento especializado aos interessados.

De acordo com Jardim, a empresa optou por trabalhar com o setor do agro pelo seu exponencial crescimento dentro e fora do Brasil e, também, em razão da revolução alimentar, momento futuro em que a produção de alimentos deverá crescer de forma sem precedentes. “Nenhum setor está escalando tanto quanto o agronegócio em se tratando de impacto ambiental”, afirmou, evidenciado que as soluções vislumbradas pela SP Ventures buscam fomentar a economia de baixo carbono, combater as mudanças climáticas e promover a segurança alimentar.

O início da rodada de perguntas foi conduzido pela secretária Simone Stülp. “Este é um momento propício para o estabelecimento de conexões, de forma que saiamos daqui com uma network bem formada, abrindo novas oportunidades às startups gaúchas”, comentou. Falando em nome da Reginp, Daniela lembrou que a rede possui mais de 50 instituições associadas e questionou Jardim sobre a aproximação da SP Ventures com startups localizadas no interior dos estados.

“A gente tenta construir a marca da gestora, para que fique conhecida. A meta é que todo negócio tecnológico inserido nesse contexto pense na SP Ventures quando precisar de investimento”, respondeu Jardim. Na sequência, explicou também que a iniciativa acolhe startups em diferentes fases de desenvolvimento, fornecendo mentoria até o momento mais adequado para a realização do investimento.


https://sict.rs.gov.br