Expointer- APL Alimentos e Bebidas VT é destaque em painel RS Innovation Agro

Expointer- APL Alimentos e Bebidas VT é destaque em painel RS Innovation Agro

“O APL está unindo as empresas, fortalecendo o clusters, ou seja, estamos construindo a marca Vale dos Alimentos, que é algo que almejamos”, defendeu o presidente da Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari, Ivandro Carlos Rosa, durante o painel “ Inovação e colaboração, as vantagens competitivas das empresas do APL Alimentos e Bebidas Vale do Taquari”, no RS Innovation Agro, uma curadoria da secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (SICT). A CIC VT é a entidade gestora do Arranjo Produtivo Local Alimentos e Bebidas Vale do Taquari. O APL foi criado há quase dois anos e conta com a adesão de 40 empresas de toda cadeia produtiva.

A apresentação foi conduzida pela coordenadora do APL, Aline Eggers Bagatini. Ela relatou as conquistas da entidade, o trabalho importante dos voluntários, instituições de ensino e o apoio do Sebrae, que auxilia na governança. A conversa contou, ainda, com a participação do Eduardo Renner, da Nega Salgados e de Roseli Graeff, da Q10. “ Nada mais inspirador do que trazer duas empresas que estão colhendo de fato muitos frutos. Eu tenho certeza que a gente vai inspirar outras empresas a inovar ou a entrar no APL.”

O empresário Eduardo Renner, apresentou a história da Nega Salgados, uma empresa familiar de doces e salgados para eventos de Lajeado. Ele relatou ainda os benefícios de fazer parte do arranjo. “O APL é inspiração, encontramos belos exemplos de superação, nos enchemos de energia para empreendermos. Foi através do APL que troquei experiências com empresas do ramo, pude conhecer uma das maiores feiras do setor.”

Já Roseli Graeff, é sócia da Q10, empresa de salgadinhos de Arroio do Meio, que atua há 22 anos no mercado. Ela fez um breve histórico da empresa e os investimentos que estão sendo feitos na indústria motivados pelo arranjo. “Nós estamos prevendo uma linha nova de batatas, e isso vai trazer benefícios para os funcionários, para quem compra e temos previstos mais investimentos para o ano que vem, tudo graças ao APL. ”

O assessor técnico da SICT, Rogério de Assis Brasil, por sua vez, destacou a importância do arranjo dentro desse cenário de inovação.” Para nós, como secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia o interessante é termos casos reais, como a transversalidade que é a indústria do alimento, o segmento do alimento. Todos os grandes nomes que passaram aqui, bem como as atividades nos mostraram que o caminho é esse, da colaboração e da parte sensível da estratégia, do bom negócio. ”


https://cicvaledotaquari.com.br