agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-cna-senar-agronegocio-agrotech-startse-sp-2
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-fenasoja-santa-rosa-9
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-gaff-agribusiness-festival-xp-sp
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-universo-totvs-sp-2
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-plataforma-cna-senar-agronegocio-feira-daf-caminhoes-bahia-farm-show
saude-inovadora-2024-rede-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-cns-simesp-simers-feira-hospitalar-sao-paulo-grupo-bradesco-biobrazilfair-biofach-organico
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-plataforma-cna-senar-agronegocio-feira-industria-leiteira-megaleite-2

Expointer 2023: Explosões em Silos podem ser evitadas com tecnologia nacional

Expointer 2023: Explosões em Silos podem ser evitadas com tecnologia nacional

As recentes explosões ocorridas em silos e armazéns de grãos tanto no Brasil quanto no exterior, demonstram que ainda hoje existem descuidos ou desconhecimento sobre fatores que podem provocar combustão em ambientes como estes. Conforme descrevem os consultores técnicos em armazenagem Adriano Mallet e Otávio Matos, ambos com mais de 20 anos de atuação no setor, uma das principais causas que provocam estas explosões é o acúmulo de poeira na atmosfera interna de uma unidade de armazenagem. “Este pó vem com os grãos que são depositados e ficam em suspenso no ar. Quando algum dos acessórios que são instalados dentro das unidades, por alguma razão provoca uma faísca, o oxigênio que esta dentro do silo/armazém mais o pó, formam a reação química ideal para uma combustão em alta velocidade e em seguida ocorre a explosão”, explica Mallet.

 Segundo Matos, as fontes mais comuns que provocam estas faíscas são os dispositivos de iluminação, elementos metálicos que se desprendem das instalações ou que tenham sido incorporados aos grãos (parafusos,cavilhas, etc.), eletricidade estática devido à indução de correias móveis, Rolamentos ausentes ou em mau estado causando fricção excessiva. Ele acrescenta que algumas regras são básicas para evitar o problema. Utilizar somente motores elétricos, interruptores, caixas de fusíveis e suportes, cuja construção e materiais concordem com as normas. Use separadores magnéticos e pneumáticos (os ímãs devem ser separados e limpos periodicamente). Proibir o uso de sapatos com pregos nas dependências. Evite o uso de tintas à base de metais leves (alumínio – magnésio – etc.) nas instalações. Manchas de alumínio em aço enferrujado podem causar faíscas se forem atingidas por um objeto duro. “E também, mas principalmente, ter um equipamento que retire este pó do ambiente da unidade de armazenagem”, assinala o ele.

Matos está falando do Sistema de Exaustão Cycloar, uma tecnologia criada em Curitiba, PR, que vem solucionando este e vários outros problemas que ocorrem nos silos e armazéns. O Cycloar é um equipamento que é instalado na parte externa do teto do silo ou de armazéns e que por conta do seu projeto construtivo promove a troca de ar, retirando a umidade, o calor e a poeira. Além disto, com a nova versão, a Lux, permite a entrada de luz nestes ambientes reduzindo drasticamente a proliferação da vespinha e melhorando significativamente as condições de trabalho dentro das unidades de armazenagem, normalmente escuras por não terem aberturas para o ambiente externo. “O sistema Cycloar é, de longe, a melhor solução para reduzir os riscos de explosões por acúmulo de poeira no ambiente interno dos silos, pois a partir da sua instalação ele vai gradativamente retirando o pó e reduzindo as chances de acontecer este tipo de acidente”, finaliza Mallet.