Expointer 2023: Carrapatos podem causar prejuízo anual de cerca de R$ 13,8 bi na pecuária brasileira

Expointer 2023: Carrapatos podem causar prejuízo anual de cerca de R$ 13,8 bi na pecuária brasileira

A infestação de ectoparasitas em bovinos se mostra como um dos maiores desafios encontrados pelos pecuaristas. De acordo com uma pesquisa publicada em 2020 pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, os carrapatos podem causar prejuízo de até R$ 13,8 bilhões por ano. O documento diz, também, que o custo com o tratamento de doenças transmitidas pelo carrapato do boi pode chegar à casa dos R$ 82 bilhões anualmente. Em média, 80% da população de bovinos no Brasil é infestada por esses aracnídeos.

Além de colocar até 4 mil ovos de uma só vez, as fêmeas adultas sugam de 0,5 a 1ml de sangue bovino, causando no animal uma perda média de 1g de peso e de 9ml de leite por carrapato. Esse ciclo resulta em anemia, diminuição na produção de carne, danos no couro, entre outros malefícios.

“É interessante ressaltar que apenas 5% da população de carrapatos ficam nos bovinos. A maioria é encontrada na pastagem. Esses animais são transmissores da Tristeza Parasitária Bovina, um complexo de enfermidades que causam grandes índices de infertilidade, morbidade e mortalidade, além de gastos com tratamento. A condição pode levar os bovinos a óbito se não tratada a tempo”, explica o médico veterinário Lucas Catananti, consultor Técnico da empresa UCBVET Saúde Animal.

Prevenção eficaz

Devido ao tamanho do prejuízo causado pela infestação deste ectoparasita, é necessário adotar medidas de prevenção. Entre os métodos mais eficazes destacam-se o controle estratégico com o uso de produtos carrapaticidas e a prática da rotação de pastagens. Neste último item, alternam-se os locais de pastoreio, o que dificulta a sobrevivência dos parasitas, que não encontram hospedeiros disponíveis para se alimentar. Essa medida não apenas diminui a carga parasitária no pasto, mas, também, reduz os riscos de transmissão de doenças ao animal.

A escolha de um produto específico e a frequência de aplicação devem ser orientadas por médicos veterinários, garantindo eficácia e segurança ao rebanho. Banhos carrapaticidas e a utilização de produtos pour-on, quando realizados periodicamente, atuam repelindo e eliminando os parasitas dos bovinos. O foco de aplicação deve ser o período mais vulnerável do ciclo parasitário, caracterizando o controle estratégico, enquanto a manutenção da barreira protetora deve ter centro nos animais mais susceptíveis, através do controle tático.

Essa estratégia não apenas reduz o desconforto dos animais, mas também desestimula a proliferação dos carrapatos, interrompendo o ciclo de infestação. “O Supratick Por On, por exemplo, além de carrapaticida, é também bernicida (Berne – Dermatobia hominis) e mosquicida (Mosca dos Chifres – Haematobia irritans). Sua combinação de fluazuron e clorpirifós permite rápida absorção e não resseca a pele dos animais. Seu período de carência é de apenas 15 dias para o abate”, explica Catananti.

Expointer 2023

Realizada no Parque Estadual de Exposições “Assis Brasil”, em Esteio, no Rio Grande do Sul, a Expointer é considerada a maior feira agropecuária de exposição de animais da América Latina. No ano passado, o evento contou com mais de 772 mil visitantes, além de operações que totalizaram mais de R$ 7 bilhões negociados. A UCBVET Saúde Animal participará do encontro pelo segundo ano consecutivo, por meio de parcerias com distribuidores locais, dando ênfase na apresentação do ectoparasiticida Supratick Pour On, produto de fácil aplicação, que facilita o manejo e poderoso na ação contra carrapatos, bernes e moscas-dos-chifres.


https://www.expointer.rs.gov.br/