agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-fenasoja-santa-rosa-9
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-plataforma-cna-senar-agronegocio-expointer-confirmada-governo-rs-2

CNA apresenta ações prioritárias para produção de grãos

CNA apresenta ações prioritárias para produção de grãos

CNA apresenta ações prioritárias para produção de grãos
Tema foi tratado na reunião da Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas

A Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) apresentou, na quarta (27), as principais ações que serão trabalhadas em 2024, na sua primeira reunião do ano sob o comando do novo presidente, André Dobashi.

A lista de prioridades inclui temas como a manutenção em 14% do teor de umidade da soja para classificação do grão, promoção da imagem da produção de grãos, fomento à cultura do trigo, fortalecimento das cadeias de feijão e pulses, combate a pragas e doenças, agregação de valor e aumento da competitividade ao setor.

Dobashi destacou que um dos temas mais importantes é definir a questão da umidade do teor da soja de “maneira clara e objetiva”. Questões como condições de armazenagem e enfrentamento a doenças como cigarrinha-do-milho e ferrugem asiática também devem estar no foco de atuação da comissão.

O assessor técnico Tiago Pereira apresentou outras iniciativas em que a Comissão tem trabalhado, como o apoio à comercialização do milho, medidas emergenciais para o trigo, além de questões ligadas ao biodiesel, defensivos e pulses, entre outras.

Outro tema tratado no encontro foi a renegociação de dívidas de operações de crédito previstas no Manual do Crédito Rural (MCR). Dobashi explicou que produtores com frustação de safra devem comprovar a incapacidade de pagamento por conta de problemas climáticos por meio de laudos técnicos.

O setor aguarda o anúncio de medidas pelo governo federal para prorrogação de operações de custeio e investimentos. O encontro teve a participação de federações de agricultura e pecuária dos estados e entidades setoriais.

Câmara Setorial da Soja – A CNA também participou da reunião da Câmara setorial da Soja, na terça (26), no Ministério da Agricultura. Os membros discutiram a conjuntura do setor e medidas de contenção da crise financeira da safra.

Dobashi, que também é presidente da Câmara, avaliou que o produtor enfrenta uma frustração de safra agravada pela crise financeira diante de preços pouco remuneradores e custos elevados.

“Não é cenário que se mostra otimista para as commodities no médio prazo. Cabe ao governo comunicar de forma clara a data em que os produtores rurais poderão contar com a suplementação do recurso em dólar disponibilizado pelo BNDES, bem como das orientações acerca das prorrogações de investimentos e custeios”.